Páginas

quarta-feira, 6 de julho de 2016

OCUPA MAIS





Outro dia dei uma passada pela Tijuca. Passando pela Mariz e Barros avistei um rapaz varrendo as folhas secas no jardim do Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro ao entardecer. Pára o mundo que eu quero descer!

Bateu um misto de saudade, tristeza e curiosidade. Resolvi falar com ele e dei logo uma carteirada ao estilo "você sabe com quem está falando?" (mentirinha)
Estava com minha carteirinha de ex-iserjiana e para minha surpresa o jovem era da Pedagogia e estava lá dando uma força aos secundaristas. Me convidou para ver a ocupação. Recusei?

Na entrada vi a rapaziada linda do Ocupa ISERJ zelando pela escola pública deles em pleno domingo. Corredores e pátio varridos! E eu pensando que fosse encontrar alguma chopada rolando com direito a churrasco,  maconha e energéticos. Que nada!!! Aliás, nem cigarro comum os vi fumando.

Na cozinha uma jovem estudante da Pedagogia estava providenciando algum rango pra essa moçada. Pelo cheiro acho que era uma bela macarronada.
Em algumas mesa do refeitório já estavam divididas as doações para distribuir aos terceirizados que estão sem pagamento há uns 5 meses. 

Pensei que esses graduandos eram do Centro Acadêmico, mas disseram que não. E entendi que estão sem Centro Acadêmico.
Oi? Como assim? Quer dizer que os estudantes da Pedagogia Iserjiana perderam suas 3 cadeiras no colegiado acadêmico com direito a voto assim de bobeira? Ou os atuais conselheiros da Pedagogia estão incógnitos, e são contrários a ocupação? Perguntas sem respostas que me fiz depois. Pois é.




Será que a culpa pelo sucateamento da educação, falta de pagamento aos terceirizados e greve dos professores é dos ocupantes que estão velando suas escolas a espera de um milagre? Não creio.

Pelo facebook surgiu um movimento contrário a essa ocupação. É preciso tentar entender melhor o que o Desocupa ISERJ pretende. Até onde sabemos essa ocupação iserjiana não sitiou a instituição inteira para que insurgisse um movimento contrário. Não estão depredando o patrimônio público. Enfim ...

Nomes antagônicos, mas talvez seja apenas uma  "pseudo oposição", algo  virtual, político e midiático para agraciar alguns pais e a atual direção, ainda não está claro. A suspeita é que pretendam se apropiar do protagonismo desses jovens e corajosos estudantes, e ainda posar de heróis ao final da ocupação. Será?

Mas uma coisa é fato, já que a ocupação está cuidando da escola, varrendo pátio e corredores, lavando banheiros, mantendo a cozinha em ordem, e ensacando o lixo, ou seja, cumprindo funções de apoio que os terceirizados não pagos se virão obrigados a deixar de fazer, será que o povo do Desocupa ISERJ ou a a própria direção podiam dar uma forcinha para ajudar a desocupar essas lixeiras?
Por favor!
Sugestões? Clique aqui
#OcupaMais
#S.O.S.COMLURB



video



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita. Deixe seu comentário.